Faculdade de Letras da Universidade do Porto - OCS, I Congresso ISKO Espanha e Portugal / XI Congresso ISKO Espanha

Tamanho Fonte: 
NOTAS SOBRE OS CONCEITOS SEMIÓTICOS FUNDAMENTAIS À ORGANIZAÇÃO DO CONHECIMENTO
Carlos Cândido de Almeida

Última alteração: 2013-09-09

Resumo


Considera-se que a organização do conhecimento é um campo indispensável para as teorias filosóficas, linguísticas e psicológicas que contribuem para a explicação e aperfeiçoamento dos sistemas de organização e recuperação da informação. Contudo, nem todos os campos conseguiram entrar em contato direto com as abordagens da organização do conhecimento. As disciplinas não estabelecidas tendem a não manifestar poder de influência tão relevante. Historicamente, o campo da organização do conhecimento esteve comprometido a responder questões ligadas ao tratamento da linguagem que impacta os sistemas de informação, em especial, as referentes à representação do conteúdo temático da informação, sob diversas perspectivas, por exemplo, da análise documental à indexação. Concorrem para explicar essa questão as teorias dos signos. A teoria semiótica tem raízes europeias e norte-americanas. Ressaltando os estudos da semiótica estadunidense de Charles Peirce, parte-se para a investigação que explora a presença desta abordagem no campo da Ciência da Informação. Sendo assim, este trabalho recobre a esfera da organização do conhecimento, procurando relacionar algumas notas introdutórias sobre os conceitos semióticos que nessa etapa da pesquisa revelaram-se indispensáveis para a organização do conhecimento. A proposta deste trabalho é bibliográfica e procura dialogar com os teóricos de modo a expor de maneira sintética os conceitos centrais encontrados na literatura semiótica de extração peirceana úteis à organização do conhecimento. Como resultado da análise, pode-se apontar os seguintes conceitos fundamentais: signo, símbolo, classes de signo, semiose, interpretante e hábito. Encontram-se tais conceitos em abordagens específicas da teoria da organização do conhecimento. Esse movimento disciplinar revela uma integração mais fecunda entre Semiótica e Organização do Conhecimento.

Palavras-chave

Semiótica. Organização do Conhecimento. Interdisciplinaridade.